Poesia com Humor e Piadas

VERSO COM O POETA ZÉ ADALBERTO

.

ROBERTO DE ZÉ COSMO (Versos de Zé Adalberto)

.

BERNARDO ( O Apelido que ele não gosta)

.

PIADAS DE SEU LUNGA

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.

2 Comments »

 
  • humberto vieira disse:

    GARAPA SE EU TI PEGAR PENSE NO ESTRAGO TRENENDO,
    TU VAI FICAR SO QUERENDO O FIO DE GAUDENCIO VIEIRA
    E NAÕ VAI FALAR BESTEIRA CONTAR VANTAGE FURADA
    NEM LÁ EM TABUÁ LACASDA VI TANTA GENTE GUERENDO
    GARAPA JÁ TA MORRENDO SEM GUENTAR AS BRINCADEIRAS.

  • Flávio Pedras Soltas disse:

    Conversa de Boteco onde um amigo contou caso semelhante e me pediu a glosa,rsrsrrsr…

    O fim de todo orgulho
    I
    Eu já vi mulher metida
    Bem detrás da bananeira
    Suando e gemendo muito
    Peidando de tal maneira
    De longe se escutava
    Disfarçar ela tentava
    Mais tava com caganeira
    II
    Quanto mais ela apertava
    Para sair devagar
    A peidação aumentava
    Não dava pra segurar
    Bosta pingava no pé
    E o orgulho da mulher
    Se foi para não voltar.
    III
    O cheiro se espalhou
    E matou três Urubus
    Um gambá morreu sem folego
    Só escapou tapuru
    Tô vivo por quer corri
    Pelo o pouco que eu vi
    “Coitadim” daquele cú
    IV
    Quem acha que tem de tudo
    Vive falando besteira
    Não precisa de ninguém
    Por que fez sua carreira
    Se ele tiver apertado
    Fala até com intrigado
    Por causa da caganeira.

    Autor Flávio Pedras Soltas.

 

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags XHTML:: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © itapetim.net 2017 | itapetim.net